Premiação acontece na Conferência The Year in Infrastructure 2017,
promovida pela Bentley Systems, em outubro, em Singapura

Dentre mais de 400 candidaturas de empresas de 50 países, o projeto “Plano Diretor de Esgotos da Prolagos – 2041” é um dos dois projetos brasileiros finalistas ao Prêmio “Be Inspired”, na categoria de Avanços BIM – Building Information Modeling (Modelagem da Informação da Construção) em redes de água, esgoto e drenagem. Esta é a segunda vez que a Prolagos é uma das finalistas do prêmio “Be Inspired” nessa categoria. Em 2015, a empresa foi campeã com o projeto de concepção do Plano Diretor de Água da Prolagos até 2041. A premiação anual tem como objetivo reconhecer os projetos de engenharia mais impactantes a nível mundial para que sigam “inspirando” as empresas na busca de soluções de engenharia inovadoras, sustentáveis e que melhorem o seu desempenho.

Na mesma categoria concorrem o “Plano de resiliência e mitigação de risco de calamidade natural”, da Manila Water Company, Inc, das Filipinas, e o “Plano de Otimização do Sistema de Distribuição de Água e Redução de Perdas”, da Enorsul Serviços em Saneamento, de Olinda (PE). Para concorrer ao prêmio, os projetos devem demonstrar inovação técnica em modelagem hidráulica, boa gestão e retorno claro sobre o investimento, como design otimizado do projeto e aumento no desempenho do sistema.

O ‘Oscar da engenharia mundial’ é promovido pela Bentley Systems, líder mundial em soluções de software de engenharia para projeto, construção e operação de infraestruturas e os vencedores serão anunciados na Conferência The Year in Infrastructure 2017, entre os dias 10 e 12 de outubro, em Singapura, no Marina Bay Sands Expo and Convention Center. O encontro global reunirá mais de 800 profissionais e cerca de 450 empresas atuantes nas áreas de projeto, construção e operações de infraestruturas, incluindo 115 membros da imprensa, permitindo aos profissionais que atuam na área de infraestrutura trocar experiências e conhecer as mais recentes inovações tecnológicas e as tendências do setor.

Projeto finalista, o Plano Diretor de Esgotos da Prolagos até 2041 retrata fielmente a complexidade do atual sistema coletor da Região dos Lagos e da sua expansão, através da integração de dados provenientes tanto do cadastro técnico como da operação. “A revolução tecnológica mundial do design BIM trouxe ao setor de infraestruturas a oportunidade de aperfeiçoar o detalhamento dos projetos para que as melhores soluções sejam implantadas e, também, para evitar surpresas indesejáveis na fase executiva”, comenta Wagner Carvalho, Gestor de Projetos da Aegea Saneamento, e um dos responsáveis pelo desenvolvimento do projeto e pela sua candidatura ao prêmio “Be Inspired”.

O Plano Diretor de Esgoto desenvolvido pela Prolagos tem impacto direto na qualidade de vida dos moradores da Região dos Lagos. “A modelagem hidráulica inovadora usada para projetar a expansão da rede de coleta na Prolagos, baseada em softwares de tecnologia BIM, permitirá incrementar a eficiência da operação do sistema de esgotos e a efetividade dos investimentos e, acima de tudo, contribuirá para a melhoria da qualidade de vida da população local, diminuindo o número hospitalizações por doenças diarreicas e promovendo a continuação da recuperação do sistema ecológico da Lagoa de Araruama, que impacta diretamente a economia da região”, explica Ana Rita Lynce, Gestora de Projetos da Aegea Saneamento, e também responsável pela apresentação desta candidatura ao prêmio.

Para aumentar a eficiência de suas operações, a Aegea Saneamento está apostando no desenvolvimento de planos diretores de água e esgotos utilizando a tecnologia BIM em várias concessionárias, como Serra e Vila Velha, no Espírito Santo, Piracicaba, em São Paulo, e em Teresina, no Piauí. A iniciativa visa garantir a eficiência nas operações. “Alguns estádios da Copa do Mundo custaram mais do que o dobro do previsto devido à inexistência de projetos executivos antes do início das obras e, consequentemente, à falta de orçamentos detalhados, que poderiam ter evitado o superfaturamento e ajudado no controle de custos nestas obras”, exemplifica Wagner Carvalho.

Wagner Carvalho e Ana Rita Lynce representarão a Prolagos e a Aegea Saneamento na final em Singapura.

Projeto de inovação é apresentado na Alemanha

A busca por práticas eficientes e sustentáveis é uma constante na Prolagos e tem levado a empresa a se destacar globalmente. Em julho, a tecnologia desenvolvida pela concessionária para melhorar a qualidade no fornecimento de água na Região dos Lagos foi apresentada em uma conferência internacional de inovação em Frankfurt, na Alemanha, a SAP Leonardo Live. A ferramenta automatiza a operação do sistema de abastecimento, garantindo eficiência energética e estabilidade operacional na distribuição de água, aumentando a eficácia do serviço prestado.

O aplicativo consiste na análise de dados em tempo real e de históricos de parâmetros operacionais da rede como vazão, pressão, consumo de energia e nível de reservatório. As informações operacionais são combinadas a variáveis externas como fluxo de veículos nas rodovias que atendem a região, condições meteorológicas e as datas da avaliação, que interpreta as variações diárias, sazonais e tendências do consumo esperado.

A inovação permite que a concessionária preveja o aumento da demanda e ajuste sua operação. O sistema é fundamental para atender os municípios da Região dos Lagos que durante a alta temporada recebem um grande número de turistas, registrando uma população flutuante quatro vezes maior do que a fixa. A solução foi criada com base nas tecnologias Internet of Things – IoT, Big Data, análise inteligente de dados, e mecanismos de aprendizado artificial (machine learning).

“A participação em conferências internacionais coloca a empresa em destaque no cenário global e demonstra ainda a busca pela melhor eficiência, aplicando tecnologia de ponta para execução dos serviços prestados à população. Os investimentos em inovação reforçam o compromisso da Prolagos em trazer para Região dos Lagos as melhores práticas para o abastecimento de água e para a captação e tratamento de esgoto”, finaliza o diretor da Prolagos, Thiago Maziero.