Maior evento de esportes aquáticos da América Latina movimentou a Região dos Lagos, com aproximadamente 2.500 atletas brasileiros e internacionais.

A qualidade da água da Praia do Forte, em Cabo Frio, foi decisiva para que a última etapa do X Aloha Spirit Festival viesse para a Região dos Lagos. A primeira aconteceu no mês de março, em Ilhabela, e a segunda em junho, em Brasília.

O organizador do festival, João Castro, falou sobre os cuidados na escolha do local: “Se a gente está falando de um evento que é extremamente rigoroso na definição da praça onde o festival vai ser realizado e de que uma das exigências é a boa qualidade de água, é fundamental o saneamento. E a gente sabe o bom trabalho que a Prolagos vem desenvolvendo na Lagoa de Araruama e na cidade de uma maneira em geral, esse é nosso endosso, é como se fosse o ISO, a assinatura de que realmente estamos remando em uma qualidade de água muito boa.”Dando a largada no maior festival de esportes aquáticos da América Latina, na sexta-feira, 23, a ação de conscientização ambiental ‘Aloha Spirit Mar Sem Lixo’, promoveu a coleta de uma tonelada e meia de microlixos da Praia do Forte. Atletas voluntários e moradores recolheram canudos, papeis, tampas de garrafas, restos de materiais plásticos, entre outros. A Prolagos participou da atividade e também exibiu o espetáculo infantil Prolaguito e a Galera da Água na Aventura da Preservação, que faz parte dos projetos de responsabilidade social da concessionária, que esse ano atingiu mais de oito mil estudantes.

A superintendente da Secretaria de Turismo de Cabo Frio, Luane Ferreira, comentou sobre a apresentação. “A Prolagos tem sido uma grande incentivadora dos esportes aquáticos e nesse evento trouxe uma apresentação muito especial, visto por alunos de escolas de Botafogo, Guriri e de outros lugares menos assistidos. Realizações em parceria sempre dão certo e é importante para essa nova geração despertar para o papel dela na preservação ambiental”, explica Luane.

Nos três dias de competições, milhares de pessoas passaram pelo festival, o que impulsionou o comércio local. Atletas de 18 estados brasileiros, do Chile, Argentina, Peru, Uruguai, Estados Unidos, Suíça, Austrália, entre outros, disputaram modalidades como Canoa Havaiana, Stand Up Paddle, natação em águas abertas, Paddleboard, Surfski, Triathlon Waterman, Apneia, além da estreia da Beach Run 5km Sunset.

O maratonista aquático, Samir Barel, diretor técnico do Aloha, elogiou o local do evento. “A qualidade da água em Cabo Frio é inigualável; já participei de várias provas no litoral, mas a água aqui é diferenciada, cristalina. Cabo Frio está de parabéns!”,

Uma das barracas concorridas foi a da Prolagos, que durante todos os dias distribuiu água tratada e disponibilizou um chuveiro para o público. “É uma atividade atrás da outra e tem hora que tem que dar uma paradinha para hidratar, retomar o fôlego e continuar curtindo esse evento que é um sucesso “, diz Ricardo Valentin, o Cacá, coordenador de Responsabilidade Social da concessionária.

O prefeito de Cabo Frio, Dr. Adriano, ressaltou a colaboração da Prolagos nos eventos trazidos pela prefeitura para o município. “A Prolagos vem sendo uma parceira do poder público, apoiando eventos como Aloha Spirit, sul americano de canoa havaiana, Bandeira Azul no Peró. Hoje podemos falar com orgulho, que Cabo Frio faz parte de um rol seleto de praias urbanas com zero porcento de poluição, um ganho para o turismo e desenvolvimento da região”, diz dr. Adriano.