Estudantes conheceram na prática o que aprendem em sala de aula e tiraram dúvidas sobre as operações da concessionária

Etapas do tratamento da água, análises laboratoriais, perdas e monitoramento remoto de sistemas. Estes foram os temas debatidos pelos alunos do curso de Meio Ambiente da FAETEC Bacaxá com o corpo técnico da Prolagos. Os estudantes estiveram nesta semana na sede da concessionária e participaram de uma rodada de palestras. A visita complementa os aprendizados adquiridos pela turma em julho, quando visitaram a Estação de Tratamento de Esgoto de São Pedro da Aldeia.

A imersão no universo do saneamento começou com a palestra “Captação, tratamento e qualidade da água”, ministrada pelo responsável pelo laboratório de controle de qualidade da água, Haroldo Cerqueira. Após conhecerem a complexidade da operação para abastecimento, os alunos participaram da palestra “Consumo consciente x perdas e ligações clandestinas”, ministrada pelo supervisor Plínio Paiva e pelo colaborador Rodrigo Dias, que falaram sobre a importância do combate às fraudes para a garantia do fornecimento e da qualidade da água distribuída.

“Essa experiência fez diferença na formação desses alunos, porque eles tiveram a oportunidade de aprimorar conhecimentos e aprofundar os aspectos técnicos do saneamento, mostrando o que eles, enquanto profissionais, poderão executar no futuro. Além disso, desperta a conscientização em relação ao meio ambiente”, comentou o professor Leonardo Buarque

A turma também visitou o Centro de Controle Operacional, que é referência em tecnologia e inovação do segmento de saneamento, onde o operador Paulo  Henrique Cunha e o gerente de Responsabilidade Social, Ricardo Azevedo, apresentaram os softwares e sistemas automatizados, que analisam dados em tempo real das redes, reservatórios e estações de bombeamento e tratamento como vazão, pressão, níveis e consumo de energia, além de históricos de parâmetros operacionais.

“Fiquei surpresa, não sabia que os tratamentos eram tão complexos! Além de me ajudar na profissão, as palestras vão contribuir para o meu papel de cidadã, porque agora sei como funciona os sistemas de água e esgoto na minha cidade e esse conhecimento vou passar para os meus familiares”, disse Maria Eduarda Rangel, 16 anos, futura técnica de Meio Ambiente.

A atividade faz parte do programa Saber Faz Bem, que desde 2008, realiza visitas guiadas às unidades operacionais da Prolagos e palestras educativas com o objetivo de conscientizar sobre preservação do meio ambiente e dos recursos hídricos.