Usuários que voluntariamente procurarem a concessionária ficarão isentos de multa e cobrança retroativa

Um dos principais causadores de desperdício de água, as ligações clandestinas também podem comprometer terrenos e edificações, provocar vazamentos na rede e até contaminações. Para combater esse tipo de irregularidade, considerada crime pelo artigo 155 do Código Penal, a Prolagos estabelece condições facilitadas e inicia campanha de conscientização, trazendo a figura do ‘gatuno’ para chamar a atenção da população de maneira educativa.

A iniciativa tem como objetivo incentivar que o usuário voluntariamente procure a concessionária para regularizar a ligação de água. “Identificada a irregularidade por um dos nossos agentes da Fiscalização, o abastecimento é suspenso e o usuário gera uma dívida por conta de multa e cobrança do consumo retroativo. Além de responder na justiça por ato ilícito. Essa é uma oportunidade para o cliente que está nessa situação negociar, se livrar desses riscos, garantir o fornecimento de água e ficar tranquilo”, explica o gerente Comercial da Prolagos, Vinícius Ferrete.

Até 30 de novembro, os casos que chegarem espontaneamente à concessionária serão tratados de maneira diferenciada, com condições facilitadas tanto para a regularizar quanto para a instalar a nova ligação.

Conexão indevida do imóvel à rede pública de água, adulteração do hidrômetro para impedir a medição correta e fraudes no corte (reativação não autorizada após a suspensão do fornecimento por falta de pagamento) são algumas formas de furto de água, cuja pena prevista é de um a cinco anos de reclusão. Quem age dessa forma não está preocupado com o consumo consciente e pode comprometer o abastecimento de toda a cidade.

Além de abonar multa e a cobrança retroativa pelo período de consumo inapropriado, o usuário em situação irregular pode também aproveitar as condições especiais de uma campanha oferecida pela empresa a todos os clientes para reativação do fornecimento de água tratada, com descontos ou parcelamento em até 60 vezes para a nova ligação. As famílias que fazem parte de algum programa de proteção social do governo poderão, ainda, solicitar a Tarifa Social, com desconto de 50% na conta de água, basta apresentar a documentação necessária no momento da regularização.

Fiscalização – Como parte das ações de intensificação no combate a irregularidades, a Prolagos mantém equipes de fiscalização atuando nos cinco municípios da concessão. Além disso, profissionais de outros setores também foram capacitados para identificar casos suspeitos, seja pela análise de consumo ou por manipulação dos medidores. Desde que a área foi criada, em 2013, mais de 60 mil irregularidades foram identificadas, sendo 40% casos reincidentes.

Além das iniciativas da concessionária, a população também pode contribuir com as ações de fiscalização denunciando de forma anônima casos suspeitos. O comunicado pode ser feito por qualquer meio de contato disponibilizado pela Prolagos, como as redes sociais oficias, lojas de atendimento, Águas APP, WhatsApp (22) 99722 8242 e 0800 7020 195.