Ação no Peró e Conchas contou com a união entre colaboradores da Comsercaf, Inea e Prolagos

Uma das praias mais atingidas na Região dos Lagos pela vegetação oriunda da Lagoa de Carapebus, no Norte Fluminense, a Praia do Peró, em Cabo Frio, recebeu, nesta sexta-feira, uma força-tarefa para a limpeza da areia e remoção do material. A ação realizada pela Prefeitura Municipal de Cabo Frio, coordenada pelo Projeto Bandeira Azul e por meio da Comsercaf, contou com a participação de agentes do Instituto Estadual do Ambiente (Inea) e funcionários da Prolagos. As atividades também aconteceram na Praia das Conchas. Juntas as duas somam mais de sete quilômetros de faixa de areia.

Praias de Cabo Frio, Armação dos Búzios e Arraial do Cabo foram atingidas por uma vegetação densa, que chegou ao mar após a abertura emergencial das Lagoas do Paulista e de Carapebus, que integram o Parque Nacional da Restinga de Jurubatiba (PNRJ), para escoar a água da chuva que alagou a cidade. A ação realizada por populares aconteceu há uma semana, no dia 13 de dezembro, e, depois de impactar o litoral da Região dos Lagos, está sendo investigada pelo Ministério Público Federal. Desde que começou, a ação de limpeza já removeu mais de 200 toneladas de vegetação.

De acordo com o coordenador do Projeto Bandeira Azul, Carlos Magno Maiques, todo trabalho tem sido feito para que as praias fiquem limpas antes das festas de fim de ano. “Essa vegetação é espessa, grossa está também na água e pode prejudicar banhistas e surfistas. Nós percebemos que somente com os recursos da prefeitura não seria possível limpar em tempo hábil, então fizemos uma convocação geral e o governo encaminhou agentes do Inea, voluntários da sociedade civil apareceram para ajudar e o apoio da Prolagos foi digno de aplausos, porque atendeu prontamente enviando funcionários, máquinas e equipamentos”.

Morador do Peró, o agente de cadastro da concessionária de água e esgoto participou da limpeza. “Esta ação é muito importante, pois somente com a união de todos conseguimos passar pelas dificuldades. Essa é uma área muito bonita, que tem que ser preservada cada vez mais. Agora estou podendo ajudar a melhorar cada vez mais”, comentou Maicon dos Santos.