Jardim Esperança vence a gincana De Olho no Óleo entre as Associações de Moradores

Postado por Ascom Prolagos em 17/dez/2019 -

 

Concurso premiou ainda Parque Eldorado II e Jacaré. Todos ganharam estrutura para a festa infantil de fim de ano

Associação de Moradores do Jardim Esperança comemora o primeiro lugar e os prêmios para a festa do bairro

Com 870 litros de óleo de cozinha usado coletados, a Associação de Moradores do Jardim Esperança conquistou o primeiro lugar na gincana De Olho no Óleo, promovida pela Prolagos entre os representantes dos bairros. Em segundo lugar ficou o Parque Eldorado II, com 253 litros, e, na sequência, Jacaré, com 247 litros. O concurso, destinado a todas as associações da área de concessão, mobilizou 13 entidades dos municípios de Cabo Frio, Arraial do Cabo e São Pedro da Aldeia e arrecadou no total 2.289 litros do resíduo.

Representantes de diversos bairros participaram do evento

Como prêmio os vencedores ganharam estrutura para a festa infantil de fim de ano. O primeiro colocado levou pula-pula, carrinho de pipoca e algodão doce, recreação infantil e 200 brinquedos. “A comunidade se mobilizou e abraçou a gincana. A equipe da associação também se esforçou muito para arrecadar uma grande quantidade nos quiosques e restaurantes. Foi uma correria, mas valeu à pena. Estamos radiantes e muito felizes por este primeiro lugar. Vamos ter uma festa maravilhosa no nosso bairro. Estamos programando um festão e com esse reforço, vai ser ainda melhor”, comentou o presidente da associação, Renato Fragoso, bastante emocionado.

Além do kit composto por pula-pula, carrinho de pipoca e algodão doce, o segundo lugar ganhou tenda 4x4m e 100 brinquedos, e o terceiro, também recebeu 50 brinquedos. Os vencedores da gincana foram anunciados durante a confraternização do programa Afluentes, canal de comunicação direto entre a Prolagos e líderes comunitários. “Essa parceria é fundamental para o funcionamento da Prolagos, pois os líderes conseguem enxergar mais rapidamente as demandas nas comunidades e oportunidades de melhorias. Aqui a comunidade tem voz e vez”, reforçou o diretor executivo, José Carlos Almeida, que apresentou todo o corpo técnico da concessionária durante o evento.

A gincana De Olho no Óleo é um desdobramento do programa homônimo lançado pela concessionária neste ano, com objetivo de orientar a população a fazer o correto descarte do resíduo. “Quando cai na rede de esgoto ou drenagem, o óleo provoca inúmeros prejuízos como entupimentos, que levam ao extravasamento. Para ampliarmos o alcance desta importante mensagem, criamos a gincana entre escolas da rede pública de Cabo Frio e São Pedro, festivais gastronômicos e associações de moradores e o retorno foi muito positivo. São milhares de litros que poderiam ir para o meio ambiente e que agora serão reciclados”, comentou o gerente de Responsabilidade Social da Prolagos, Ricardo Azevedo.

Desenvolvido pelo setor de Responsabilidade Social da Prolagos, o Afluentes tem como objetivo ouvir as necessidades dos bairros, esclarecer questionamentos, atender as demandas e disseminar informações como a importância do acesso a água e esgoto tratados. “A Prolagos valoriza e incentiva essa parceria, benéfica para todos, pois conseguimos melhorar os nossos serviços e atender com maior agilidade os bairros, atuando diretamente nas necessidades. E para isso, precisamos de um agente que faça essa ponte entre a concessionária e as localidades, e o líder comunitário faz esse papel”, disse o presidente Sérgio Braga.

Esse elo entre as duas partes foi fundamental para melhorar o abastecimento no loteamento Nova Cabo Frio, que sentia a queda na pressão da rede em períodos de maior movimento na região. Ao tomar conhecimento da demanda, a responsável pelo programa social, Angélica Brás, buscou a solução com o setor Operacional para melhorar a distribuição de água no local. “Graças a essa relação hoje não temos mais problemas de abastecimento quando a cidade está mais cheia. Colocaram uma nova rede e uma nova bomba e estamos muito satisfeitos. Essa relação resultou um atendimento satisfatório e hoje podemos comemorar um ano de conquistas”, disse a presidente da associação, Aline Matias.

Claudio Silva, do Jacaré, comemora o 3º lugar

Presidente da Associação de Moradores do Jacaré, Claudio Silva, destacou a rapidez com que é atendido por meio do Afluentes. “Essa parceria é muito positiva e a resposta é sempre imediata. Um episódio que me marcou foi quando comuniquei um vazamento na Avenida Wilson Mendes, era um sábado, e em menos de uma hora após o contato, a equipe já estava no local resolvendo tudo”, lembra Claudio.

Um dos líderes mais ativos, Cláudio Marzo, da Associação de Moradores do Grande Jardim Esperança, destacou que essa relação próxima vai além de solucionar demandas operacionais, pois também compreende ações sociais. “Neste ano a Prolagos lançou o Pioneiros para jovens de escolas públicas e das cinco vagas de Jovem Aprendiz oferecidas, três ficaram para moradores do Grande Jardim. O que é uma enorme alegria para todos. Essa visão na parte social, na sustentabilidade e inclusão é muito importante e vemos que a Prolagos também está preocupada com isso”, concluiu Marzo.

Todo óleo coletado é encaminhado para uma ONG, que é responsável pela destinação. Para descartar corretamente, basta colocar o óleo frio em uma garrafa plástica e deixar em uma das seis lojas comerciais da Prolagos.

Chef Camarão vence a Gincana De Olho no Óleo entre restaurantes de Cabo Frio

Postado por Ascom Prolagos em 04/nov/2019 -

 

Concurso realizado durante o Festival Sabores evitou que mais de mil litros do resíduo fossem descartados irregularmente nas redes de drenagem e esgoto

Com 580 litros de óleo de cozinha coletados, o Chef Camarão, no shopping Park Lagos, foi o vencedor da Gincana De Olho no Óleo entre os restaurantes participantes do Festival Sabores de Cabo Frio e receberá cinco tablets para serem entregues para os funcionários da cozinha. O concurso mobilizou os estabelecimentos, que evitaram que 1.396 litros do resíduo utilizado nos preparos de alimentos fossem descartados por pias e ralos, o que pode danificar as redes de drenagem e esgoto.

O segundo lugar ficou com o restaurante La Mole, que arrecadou 410 litros, na sequência vem Yummy, que coletou 225 litros, Kentô, com 160 litros, Armazém da Passagem, que entregou 122 l, e Delírios Restaurante, que arrecadou 90 l. “Ficamos felizes com a primeira edição da gincana que acrescentou ao festival gastronômico um ingrediente extra: a sustentabilidade. Os profissionais que atuam nas cozinhas podem ser nossos grandes aliados nessa busca pela conscientização do descarte adequado do óleo usado”, comentou o diretor presidente da Prolagos, Sérgio Braga.

A gincana é uma ação homônima ao programa lançado pela concessionária neste ano com objetivo de chamar atenção ao uso correto dos sistemas de esgotamento sanitário e drenagem. O lançamento de resíduos como o óleo pode causar contaminações, entupimentos e extravasamento, além de atrair pragas que podem causar doenças. Para descartar corretamente o resíduo, basta espera-lo esfriar, colocar em uma garrafa de plástico e deixar em algum ponto de coleta, como as lojas de atendimento da Prolagos.

A entrega da premiação do restaurante vencedor acontecerá durante o encerramento da segunda edição do Prêmio Prolagos de Jornalismo Ambiental, que acontecerá no fim do mês. Além da competição entre os restaurantes, a concessionária também mobilizou alunos da rede municipal de ensino de Cabo Frio e São Pedro da Aldeia, cujos vencedores foram, respectivamente, as turmas 500 da E.M. Oswaldo Santa Rosa, na Ogiva, e 800 da E.M. Dulcinda Jotta Mendes, no bairro São João. Os alunos das classes campeãs farão uma visita-passeio ao Museu do Amanhã, no Rio de Janeiro.

Para ampliar o alcance da conscientização, a empresa também está mobilizando as Associações de Moradores dos cinco municípios da área de concessão. A comunidade, que até o dia 24 de novembro, coletar a maior quantidade de óleo usado ganhará a estrutura para festa infantil de festa de fim de ano do bairro.

O De Olho no Óleo é desenvolvido pela Prolagos em parceria com a ONG Reciclóleo, responsável pela correta destinação, como produção de sabão e biodiesel. Para do valor arrecadado pela organização é destinado a compra de material esportivo para projetos sociais.

*Editado em 13/11/19, às 10h15, para correções.

Gincana De Olho no Óleo em São Pedro da Aldeia é prorrogada

Postado por Ascom Prolagos em 11/set/2019 -

 

Recolhimento e contagem do resíduo será no dia 18 de outubro. Turma vencedora ganhará viagem-passeio ao Museu do Amanhã, no Rio

As turmas das escolas municipais de São Pedro da Aldeia que estão participando da Gincana De Olho no Óleo promovida pela Prolagos ganharam prazo extra para coletarem óleo de cozinha usado. O recolhimento e contagem do resíduo que seria nesta sexta-feira, 13 de setembro, passou para 18 de outubro e a divulgação dos vencedores será no dia 23 de outubro, em cerimônia realizada na instituição de ensino da turma campeã.

O encerramento contará com a apresentação do espetáculo teatral “Prenúncio”, que destaca a responsabilidade de cada indivíduo no cuidado com o planeta. A turma vencedora ganhará uma visita ao Museu do Amanhã, na zona Portuária do Rio de Janeiro, em data a ser definida. Participam do concurso as escolas municipais Antônio Vaz, no Recanto do Sol, Capitão Costa, na Cruz, Dulcinda Jotta Mendes, no bairro São João, Profª Maria da Glória Santos Motta, na Praia Linda, Paineira, no Balneário, e Retiro, localizada em bairro de mesmo nome.

A Gincana de Olho no Óleo é um desdobramento do programa homônimo lançado pela concessionária em junho deste ano, com o objetivo de orientar a população a fazer a correta coleta do óleo de cozinha usado. O concurso visa educar crianças e familiares sobre os danos que o produto causa quando é despejado incorretamente na rede pública, como entupimentos da tubulação e atração de pragas que podem causar doenças.

Nas últimas semanas, a Prolagos promoveu oficina de sabão a partir do óleo usado nas escolas participantes. A atividade foi ministrada pelo responsável pela ONG Reciclóleo, parceira da empresa no programa e responsável pela correta destinação, como produção de sabão e biodiesel. “Os jovens são o futuro do país e nada melhor do que estimulá-los a serem mais conscientes. Gostei de ver a empolgação deles com a produção de sabão, que leva apenas óleo usado, água e soda cáustica. É simples, fácil e sustentável”, reforçou Marco Campos, o Macarrão.

O óleo descartado nos ralos, pias e vasos sanitários tem efeito devastador para as redes públicas e meio ambiente. O resíduo provoca entupimento, causando extravasamentos em vias e refluxo nos imóveis, além de contaminar praias, lagoas e o solo. Para descartar corretamente, basta colocar o óleo usado em garrafas plásticas e deixar em uma das seis lojas de atendimento da Prolagos.

Alunos da EM Antônio Vaz mostram parte do óleo que já foi coletado

Alunos de São Pedro da Aldeia participam de oficina de sabão com óleo de cozinha usado

Postado por Ascom Prolagos em 04/set/2019 -

 

Iniciativa faz parte da Gincana De Olho no Óleo, que tem como objetivo estimular o descarte correto do resíduo

Estudantes do sétimo ano das escolas municipais Capitão Costa, Antônio Vaz e Dulcina Jotta Mendes, de São Pedro da Aldeia, aprenderam nesta quarta-feira a dar uma finalidade sustentável ao óleo de cozinha usado. Em uma ação em parceria entre a Prolagos, ONG Reciclóleo e secretaria municipal de Educação, os alunos viram como o resíduo, que pode ser extremamente prejudicial ao meio ambiente, se transforma em sabão em poucos minutos.

A atividade faz parte da Gincana De Olho no Óleo lançada pela concessionária entre alunos do 4º ao 9º ano do ensino fundamental da rede municipal das cidades de Cabo Frio e São Pedro da Aldeia. As turmas de cada cidade que coletarem maior quantidade de litros de óleo ganharão uma visita-passeio ao Museu do Amanhã, no Rio de Janeiro. A coleta segue até o próximo dia 12 e a divulgação das escolas vencedoras será no dia 13 de setembro. A gincana é um desdobramento do programa homônimo lançado pela Prolagos em junho, que transformou as lojas de atendimento em postos de coleta.

Além de impulsionar o concurso, a iniciativa teve como objetivo contribuir na formação de cidadãos mais conscientes e engajados ambientalmente. “Envolver os alunos em atividades com esta oficina é fundamental para que eles vejam que podem fazer parte da solução de um problema que é extremamente prejudicial para os nossos recursos naturais. Os alunos são multiplicadores de informações e sabemos que eles levam o que aprendem na escola para os familiares e, com isso, é possível termos resultados excelentes na transformação da sociedade”, comentou Priscila Marques, professora de Ciências da Escola Municipalizada Capitão Costa, no bairro Cruz.

A oficina foi ministrada pelo responsável pela Reciclóleo, Marco Campos, o Macarrão, que recolhe óleo usado em hotéis, pousadas e restaurantes, e é o responsável pela correta destinação, como produção de sabão e biodiesel. “É um prazer fazer esta oficina com os estudantes, pois os jovens são o futuro do país, e nada melhor do que estimulá-los a serem mais conscientes. Gostei de ver a empolgação deles com a produção de sabão, que leva apenas óleo usado, água e soda cáustica. É simples, fácil e sustentável”, explicou.

Com um olho no óleo e outro na visita ao Museu do Amanhã, a diretora da escola Antônio Vaz, Denise Alves da Cunha, além de envolver toda a comunidade escolar com a coleta do material, também mobilizou parceiros para contribuírem com os alunos. “Estamos muito animados, pedindo doação aos vizinhos, donos de restaurantes, amigos. As turmas estão coletando e a que juntar a maior quantidade vai receber esse material que o corpo técnico está trazendo. Pretendemos continuar este trabalho mesmo após a gincana, pois já sabemos onde entregar todo o material e evitar a contaminação do meio ambiente”, disse.

O Programa de Olho no Óleo tem como objetivo orientar a população para que faça o uso correto da rede pública, pois descarte nos ralos e pias provoca entupimento, causando extravasamentos em vias e refluxo nos imóveis. Além disso, o resíduo pode interferir no processo de tratamento de esgoto nas estações, além de contaminar praias, lagoas e o solo. Para evitar a contaminação, basta colocar o óleo usado em garrafas plásticas e deixar em uma das seis lojas de atendimento da Prolagos.

A turma 700 da EM Antônio Vaz mostra parte do óleo que já foi coletado

Prolagos promove gincana sustentável entre participantes do Sabores de Cabo Frio

Postado por Ascom Prolagos em 02/set/2019 -

 

Concurso “De Olho no Óleo” vai premiar funcionários dos restaurantes que descartarem corretamente o óleo usado nos preparos

A Prolagos adiciona ingrediente extra a quinta edição do Festival Sabores de Cabo Frio e estimula os restaurantes a desenvolverem rotina mais sustentável no descarte de óleo usado. Por meio da gincana “De Olho no Óleo”, os funcionários das cozinhas serão incentivados a acumular o resíduo em garrafas plásticas, evitando o lançamento irregular pelos ralos e pias, o que provoca extravasamentos, entupimento nas redes públicas e impactam o sistema de esgotamento sanitário.

Todos os restaurantes participantes do festival estão automaticamente inscritos na gincana e os interessados têm até o dia 6 de setembro para entrar em contato com o setor de Responsabilidade Social (social.prl@prolagos.com.br) e indicar o responsável por acompanhar o recolhimento do material. Será contabilizado apenas o resíduo produzido durante o festival, entre 6 de setembro a 6 de outubro. O restaurante que coletar a maior quantidade será campeão e os integrantes da cozinha serão premiados.

Coletor também está disponível em todas as lojas de atendimento

O concurso é uma ação homônima ao programa lançado pela concessionária neste ano com objetivo de chamar atenção ao uso correto da rede pública. “Aproveitamos este importante momento para os restaurantes de Cabo Frio para promover uma reflexão entre os profissionais que trabalham nas cozinhas. Às vezes, por não saberem o prejuízo que o óleo provoca, algumas pessoas ainda jogam o resíduo pela pia. Desde junho, disponibilizamos coletores em nossas lojas de atendimento para que todos possam fazer o descarte corretamente”, explica o diretor executivo da Prolagos, José Carlos Almeida.

Em contato com o meio ambiente, o óleo tem efeito devastador: um litro de óleo de cozinha usado pode poluir cerca de um milhão de litros de água, contaminar praias, lagoas e o solo. “Este ano a Prolagos faz a diferença com um projeto sustentável, que eleva o sucesso do evento Sabores de Cabo Frio. Essa prática deve ser ampliada e seguida por todos, pois é fundamental para nossa cidade e nossos territórios turísticos”, diz Maria Inês Oliveros, organizadora do evento.

O programa De Olho no Óleo conta com a parceria da ONG Reciclóleo, responsável pela coleta do resíduo e sua correta destinação, como a venda para a produção de biodiesel e fabricação de sabão.  Parte do valor é destinado para a aquisição de material esportivo para projetos sociais. Com o objetivo de impulsionar a coleta e contribuir na formação de cidadãos mais conscientes, a concessionária também está promovendo a gincana sustentável entre estudantes da rede municipal das cidades de Cabo Frio e São Pedro da Aldeia. A atividade é destinada a alunos do 4º ao 9º ano do ensino fundamental e as turmas de cada cidade que coletarem maior quantidade de litros de óleo ganharão uma visita-passeio ao Museu do Amanhã no Rio de Janeiro.

A edição 2019 do Festival Sabores de Cabo Frio conta com a participação de mais 60 estabelecimentos gastronômicos e tem como inspiração a Bossa Nova e os pratos exclusivos oferecidos ao público serão elaborados a partir do tema “Cores, Sons e Sabores”. Os chefs terão o desafio de preparar pratos que mostrem um pouco das características que inspiraram Roberto Menescal e Ronaldo Bôscoli a compor o clássico da Bossa Nova “O Barquinho”, em 1961, quando navegavam por Cabo Frio. Os pratos principais custarão R$24, entradas e petiscos R$18 e as sobremesas R$15.

Prolagos promove gincana “De Olho no Óleo” entre alunos da rede municipal de São Pedro

Postado por Ascom Prolagos em 09/jul/2019 -

Concurso estimula a destinação correta do óleo de cozinha usado. Turma vencedora fará visita-passeio ao Museu do Amanhã, no Rio

A Prolagos promove a gincana De Olho no Óleo entre alunos do segundo segmento da rede pública de ensino de São Pedro da Aldeia, em parceria com a secretaria de Educação do município. A iniciativa tem como objetivo estimular a destinação correta de óleo de cozinha usado, conscientizando toda a comunidade escolar: estudantes, familiares e corpo docente. A atividade é um desdobramento do programa homônimo lançado pela concessionária no dia 5 de junho, Dia do Meio Ambiente.

Os participantes terão até o dia 13 de setembro para arrecadar o resíduo, o anúncio dos vencedores será no dia 17 de setembro, em cerimônia realizada na unidade de ensino e contará com a apresentação do espetáculo teatral “Prenúncio”. Além disso, a turma que conseguir arrecadar a maior quantidade ganhará uma viagem ao Rio de Janeiro para conhecer o Museu do Amanhã, na Praça Mauá.

Participam da iniciativa a E. Mz. Paineira, no bairro Balneário; E. M. Profª Dulcinda Jotta Mendes, no bairro São João; E. M. Profª Maria da Glória Santos Motta, em Praia Linda; E. M. Antônio Vaz da Silva, no Recanto do Sol; E. Mz. Retiro, localizada no Retiro e E. Mz. Capitão Costa, na Cruz.

Toda população deve evitar lançar óleo usado pelo ralo, pois ele provoca entupimento nas redes públicas, causando extravasamentos. Para contribuir com o descarte correto, a Prolagos transformou todas as lojas comerciais em ecopontos e instalou coletores para receber o material. A iniciativa é em parceria com a ONG Reciclóleo, que ficará responsável pela correta destinação de resíduo, como a venda para a produção de biodiesel e fabricação de sabão.

Prolagos lança programa de coleta de óleo para evitar entupimento de redes

Postado por Ascom Prolagos em 05/jun/2019 -

De Olho no Óleo, em parceria com a ong Reciclóleo, transforma lojas de atendimento em postos de coleta

Um litro de óleo de cozinha usado pode poluir cerca de 30 mil de litros de água. O descarte nos ralos e pias provoca entupimento nas redes, causando extravasamentos em vias públicas e refluxo nos imóveis. Além disso, o resíduo pode interferir no processo de tratamento de esgoto nas estações, além de contaminar praias, lagoas e o solo. Para estimular atitudes mais sustentáveis e evitar esse tipo de degradação, a Prolagos lança, hoje, no Dia Mundial do Meio Ambiente, o programa ‘De Olho no Óleo’.

Ao ser despejado na pia ou no vaso sanitário, o óleo usado passa pelos canos da rede de esgoto e fica retido em forma de gordura, podendo entupir a tubulação interna e atrair pragas que podem causar doenças como leptospirose, febre tifoide, cólera, salmonelose, hepatites, esquistossomose, amebíase e giardíase. Além do óleo, a graxa, restos de alimentos, preservativos, absorventes, fraldas descartáveis e embalagens de produtos de beleza estão entre os materiais que mais obstruem a rede e impactam o sistema de esgotamento sanitário. “O uso incorreto das redes gera transtornos para a própria população, como transbordamentos de poços de visita, extravasamentos e até mesmo o retorno para os imóveis. Essas situações podem ser evitadas com ações simples, como a destinação correta dos resíduos”, comenta o gerente de Operações de Esgoto da Prolagos, Mário Márcio Gonçalves.

Em algumas localidades, como na Orla Bardot, em Armação dos Búzios, a Prolagos faz limpeza e manutenção preventiva diariamente para que não haja o entupimento da rede e, consequentemente, o extravasamento de esgoto. “Infelizmente, muitos estabelecimentos comerciais, como restaurantes, bares e pousadas ainda não fazem a destinação correta do óleo usado. Todos os dias encaminhamos equipes e caminhão de sucção à vácuo e sempre retiramos uma grande quantidade de gordura. Esperamos que este programa ajude a conscientizar a população, pois a responsabilidade com o meio ambiente é de todos”, reforça Mário.

As seis lojas comerciais e a sede da concessionária se transformarão em ecopontos e contarão com um coletor para receber o material. A iniciativa é em parceria com a ONG Reciclóleo, que ficará responsável pela coleta do resíduo e sua correta destinação, como a venda para a produção de biodiesel e fabricação de sabão. Parte do valor é destinado para a aquisição de material esportivo para projetos sociais. “Este é um trabalho de formiguinha e contar com esses novos postos de coleta em várias cidades da região será muito importante. A expectativa é que a cada 15 dias consigamos ao menos 200 litros de óleo em cada ecoponto deste”, espera Marco Campos, o Macarrão, responsável pela ONG.

Para impulsionar as doações e, principalmente, a conscientização sobre o descarte correto, o tema de ‘De Olho no Óleo’ passará a integrar o ‘Saúde Nota 10’, programa de educação socioambiental desenvolvido nas escolas públicas dos cinco municípios da área de concessão. “Queremos transformar os estudantes em agentes multiplicadores e conscientizá-los sobre os prejuízos ambientais causados pelo despejo de óleo nas redes. O saneamento é fundamental para o funcionamento das cidades e para a nossa saúde, nada melhor do que ensinarmos esses valores desde a infância”, comenta a coordenadora de Responsabilidade Social da Prolagos, Francine Melo.