As fortes chuvas que caíram na Região dos Lagos na última sexta-feira (25) causaram transtornos em diversas localidades e o município de Arraial do Cabo foi um dos mais impactados. Algumas praias apresentaram coloração de água mais escura que as tornaram impróprias para banho.

Segundo informações da prefeitura, que está acompanhando a balneabilidade das praias por meio da Secretaria de Meio Ambiente, a Praia do Forno e as Prainhas do Pontal do Atalaia já estão próprias para banho. Por conta dos movimentos da maré, a expectativa é que a Prainha e a Praia dos Anjos também sejam liberadas aos banhistas em breve.

Em apoio ao município, a Prolagos fez a coleta de amostras de água das praias e encaminhou para análise em um laboratório credenciado pelo Instituto Estadual do Ambiente (Inea), no Rio de Janeiro. O resultado deverá sair nos próximos dias e será encaminhado para a Prefeitura Municipal.

Sobre o sistema de esgotamento sanitário

O sistema de coleta de esgotamento sanitário de Arraial do Cabo é conhecido como sistema misto ou coleta a tempo seco e é utilizado em diversas cidades no mundo, tais como Paris, Washington e Londres. No caso da Região dos Lagos, onde há baixo índice pluviométrico que é equivalente a região do semiárido brasileiro, o sistema de coleta a tempo seco foi escolhido em 2004 para acelerar a despoluição dos corpos hídricos da região.

Neste modelo é feita interceptação do esgoto que corre pela drenagem pluvial e que, por meio de estações elevatórias, é bombeado para as estações de tratamento.

Quando os índices pluviométricos são muito elevados, esse sistema não consegue captar a totalidade do volume de água gerada. Logo, nessas ocasiões, ocorre o extravasamento para os cursos hídricos, evitando que a água retorne para os imóveis ou haja alagamento nas ruas. Só nos dias 25 e 26/01, registrou-se 110mm de chuva em apenas 3 horas – volume equivalente ao que seria acumulado em mais de um mês e meio de chuva, considerando a média pluviométrica da região que é de 843mm/ano.

A Prolagos assumiu o esgotamento sanitário de Arraial do Cabo em 2016 e desde então vem realizando investimentos para recuperar e ampliar o sistema de esgoto no município. Inicialmente as estações de tratamento e bombeamento passaram por melhorias estruturais e operacionais para receber o esgoto coletado através do sistema tempo seco e, atualmente, está sendo construído o cinturão da Praia dos Anjos – uma rede coletora de esgoto, que vai captar o resíduo na rede de drenagem pluvial e direcionar para o tratamento. Por se tratar de uma intervenção em uma importante via pública, a obra está suspensa durante a alta temporada e será retomada após o carnaval, no dia 11 de março. A conclusão do cinturão, que terá aproximadamente 2,5 quilômetros de rede coletora e 22 pontos de coleta em tempo seco, está prevista para o final de maio.

A Prolagos também realizou um estudo para a ampliação da rede separativa de esgoto – método de coleta alternativa à rede pluvial – para Arraial do Cabo, conforme apresentado em audiência pública promovida pela agência reguladora (Agenersa), que está em análise junto aos poderes concedentes, através do Consórcio Intermunicipal Lagos São João (CILSJ).

Seguimos atuando junto a prefeitura para apoiar na mitigação da atual situação e reafirmamos o compromisso em promover saúde e qualidade de vida no município de Arraial do Cabo.

Diretoria Prolagos