Notícias

Ver notícia

Concessionária e prefeitura de Cabo Frio se reúnem com especialista para estudar parceria para manutenção das galerias de drenagem

 

O professor também conheceu o CCO da Prolagos

Com o objetivo de discutir o aprimoramento do sistema de esgotamento sanitário coleta em tempo seco e de estruturar uma parceria para a manutenção de galerias de drenagem pluvial, representantes da Prolagos e da Prefeitura de Cabo Frio se reuniram, nesta semana, com o professor Adacto Ottoni, associado do departamento de Engenharia Sanitária e de Meio Ambiente da UERJ.

O encontro, na sede da concessionária, contou com a participação do diretor-presidente da empresa, Pedro Freitas; do diretor executivo José Carlos Almeida de Souza, do gerente de Operações de Esgoto, Pablo Meletti; do secretário municipal de Obras e Serviços Públicos, Alan do Nascimento; do diretor municipal de Saneamento, Gilson de Jesus, do fiscal da secretaria municipal de Obras, Paulo de Tarso, e Marcos Vargas, fiscal da secretaria Meio Ambiente e Saneamento.

Acompanhado do corpo técnico da prefeitura e da concessionária, o especialista percorreu pontos da drenagem municipal para avaliar possíveis estratégias para a manutenção das galerias pluviais, que são impactados pelo acúmulo de areia e resíduos que, no caso de chuva forte, acabam sendo levados para a os corpos hídricos da região, como a Laguna de Araruama.

Em 2004, como forma de recuperar a Laguna Araruama, sociedade civil, Ministério Público, Municípios, Prolagos e Agência Reguladora se uniram para adotar o sistema de esgotamento sanitário coleta em tempo seco, no qual os esgotos são coletados pela Concessionária nas manilhas de drenagem pluvial e destinados para tratamento e uma das sete estações de tratamento de esgoto. Segundo o modelo definido, os Municípios seriam responsáveis pela manutenção das manilhas de drenagem, enquanto caberia à Concessionária a interceptação dos esgotos e envio para tratamento.

O engenheiro reforçou que a falta de manutenção das manilhas de drenagem pode ocasionar alagamentos em dias de chuva, gerando prejuízos para a população e ao meio ambiente. “Constatamos que as bocas de lobo da cidade estão entupidas e sem a tampa de proteção, ou seja, inoperantes. Quando chove, muita areia e lixo descem e sobrecarregam o sistema de drenagem. Então, se a Prolagos quer contribuir com a limpeza do sistema de drenagem, ao mesmo tempo, a prefeitura tem que fazer a sua parte que é manter as manilhas sempre limpas e as bocas de lobo bem protegidas”, pontua o professor Adacto Otoni.

Durante o encontro foram discutidos os aspectos técnicos do sistema coleta em tempo seco e a importância da união de esforços entre concessionária e a Prefeitura para promover melhorias no sistema. “A reunião foi muito produtiva. Tenho convicção de que uma parceria com a empresa na busca por soluções duradouras no quesito drenagem é o melhor caminho para ambas as partes. Faremos mais algumas reuniões técnicas para discutir soluções possíveis, responsabilidades, deveres e obrigações das partes envolvidas. Estou convicto de que encontraremos soluções positivas e equilibradas para o meio ambiente, população e viáveis para o nosso município”, ressalta secretário municipal de Obras e Serviços Públicos, Alan do Nascimento.

A concessionária vem discutindo o aprimoramento do sistema tempo seco e a melhor forma de apoiar os Municípios na manutenção das manilhas de drenagem, como ocorreu em uma reunião realizada em dezembro de 2021, transmitida ao vivo pelo Facebook da Prefeitura de Cabo Frio. “A Região dos Lagos é uma das pioneiras no país na concessão dos serviços de saneamento e um verdadeiro case nacional de sucesso na implantação do sistema em tempo seco e na recuperação da Laguna Araruama. Muita coisa mudou desde então: as cidades cresceram, novas tecnologias surgiram e foi publicado no Novo Marco do Saneamento. É importante atualizar as matrizes de responsabilidade e aprimorar o tempo seco e as redes drenagem pluvial de modo a melhorar a prestação dos serviços aos usuários e a melhor proteger os nossos corpos hídricos, em especial a Laguna Araruama”, conclui Pedro Freitas, diretor-presidente da concessionária.

Compartilhar:

Veja Também

Contato Saiba mais
Contato

A Prolagos oferece um canal de comunicação eficiente. Entre em contato conosco.

Água Saiba mais
Água

Antes de chegar às torneiras, a água percorre um longo caminho pelo sistema de abastecimento da Prolagos.

Responsabilidade Social Saiba mais
Responsabilidade Social

A atuação social e ambientalmente responsável faz parte da nossa história e do nosso propósito.

Quem Somos Saiba mais
Quem Somos

A Prolagos é responsável pelos serviços de saneamento básico em cinco municípios da Região dos Lagos.