Notícias

Ver notícia

‘Pacto pelas Águas da Bacia do Rio São João’, promovido pelo Inea e Secretaria de Estado do Ambiente e Sustentabilidade, vai replantar área de 200 hectares com árvores nativas

 

Zelar pela quantidade e qualidade da água que chega nos imóveis das cidades da Região dos Lagos vai muito além da Estação de Tratamento de Água, localizada no distrito de São Vicente de Paulo, em Araruama. Também é necessário garantir a recuperação e conservação das matas que ficam no entorno dos rios e mananciais que abastecem os municípios. Com este foco, a Prolagos vai participar do maior projeto de reposição florestal da região, promovido pelo Instituto Estadual do Ambiente (Inea) e pela Secretaria de Estado do Ambiente e Sustentabilidade. Serão 200 hectares de árvores nativas, plantadas no entorno da bacia do Rio São João. A área equivale a aproximadamente 200 campos de futebol.

O ‘Pacto pelas Águas da Bacia do Rio São João’ foi lançado na manhã desta sexta-feira (10), no auditório da Universidade Veiga de Almeida, em Cabo Frio. O replantio inicia em 2023 e terá duração de 5 anos, compreendendo os municípios de Cabo Frio, São Pedro da Aldeia, Rio das Ostras, Cachoeiras de Macacu, Rio Bonito, Casimiro de Abreu e Araruama. A iniciativa faz parte da programação em celebração ao Dia Mundial do Meio Ambiente (05). “A Bacia São João é vital para toda a região. Qualificar e conseguir melhorar cada vez mais o fornecimento da água é essencial para a qualidade de vida dos moradores. Vamos iniciar o plantio no entorno do reservatório de Juturnaíba e nos rios que o abastecem e monitorar o desenvolvimento dessa mata ciliar”, explica Philipe Campello, presidente do Inea.

A Prolagos ficará responsável pelo reflorestamento em uma área de 30 hectares que será indicada pelo Inea. No período de 5 anos, cerca de 30 mil árvores serão plantadas no entorno “A sustentabilidade faz parte da nossa natureza. Ela está presente em todas as nossas atividades, não só no tratamento da água e do esgoto, como também na preservação ambiental e da qualidade dos nossos recursos hídricos. Esse é o legado que queremos deixar para as cidades onde atuamos”, pontua Pedro Freitas, diretor-presidente da concessionária.

Ações em prol do manancial

 A Prolagos também conta com o ‘Revivendo Águas Claras’, programa de recuperação e conservação das matas ciliares dos rios e mananciais da bacia hidrográfica do Rio São João. A ação faz parte do Plano de Educação Ambiental da concessionária, aprovado pela Agência Reguladora de Energia e Saneamento Básico do Estado do Rio de Janeiro (Agenersa), que visa estabelecer ações educativas voltadas às atividades de proteção, recuperação e melhoria socioambiental. A iniciativa é realizada em parceria com as duas concessionárias da Região dos Lagos, Consórcio Lagos São Joao e Comitê de Bacias Lagos São João.

Iniciado em 2012, o primeiro passo do projeto foi a elaboração de um diagnóstico da Lagoa de Juturnaíba, com levantamento fotográfico, arquivo documental e histórico do manancial. Essas informações foram cruzadas com o banco de dados cadastrados georreferenciados para identificar as áreas prioritárias para recuperação, com um total 109 hectares de área catalogados no projeto. Até hoje, já cerca de 20 hectares já foram recuperados.

 

Compartilhar:

Veja Também

Quem Somos Saiba mais
Quem Somos

A Prolagos é responsável pelos serviços de saneamento básico em cinco municípios da Região dos Lagos.

Política de Sustentabilidade Saiba mais
Política de Sustentabilidade

Respeito ao meio ambiente e as pessoas, contribuindo para qualidade de vida e saúde da população onde atuamos.

Politica de Inv. Social Privado Saiba mais
Politica de Inv. Social Privado

Uma concessão é muito mais que um acordo com o poder público, é um compromisso com o lugar e com sua gente.

Água Saiba mais
Água

Antes de chegar às torneiras, a água percorre um longo caminho pelo sistema de abastecimento da Prolagos.