Notícias

Ver notícia

Mesmo com cidades cheias e consumo elevado, Prolagos registra redução de 43% de reclamações de abastecimento, de 28 de dezembro a 4 de janeiro

Os meses de verão são os mais desafiadores para todos os prestadores de serviços públicos na Região dos Lagos por conta do aumento populacional. As belezas naturais e o clima tropical atraem visitantes de diversos lugares, que, tradicionalmente, lotam as cidades na alta temporada, especialmente no dia 31 de dezembro. Neste ano, mesmo com a pandemia do novo coronavírus, milhares de pessoas escolheram passar o fim de 2020 e o início do 2021 nas cidades de Cabo Frio, Arraial do Cabo, Armação dos Búzios, Iguaba Grande e São Pedro da Aldeia.

Nas cinco cidades operadas pela Prolagos, responsável pelos serviços de água e esgoto, pouco mais de um milhão de pessoas esperaram a chegada do novo ano. Embora a quantidade seja 15% inferior a do ano anterior, ela representa 345 mil pessoas além do previsto em contrato para abastecimento. A quantia ultrapassa a soma da população de Cabo Frio e São Pedro, as duas maiores cidades da área de concessão.

Para atender esta alta demanda, a Prolagos se prepara durante todo o ano e põe em prática o Plano Verão, que, além da iniciativa da própria empresa, como aquisições de equipamentos e manutenções, conta com a participação ativa da população com a reserva de água em cisterna e caixas d’água, além de consumo inteligente. No período entre 28 de dezembro e 4 de janeiro, datas de maior chegada e saída dos visitantes neste ano, a Prolagos produziu 958 milhões de litros de água. Mesmo com o desafio de abastecer mais de um milhão de pessoas, a concessionária registrou queda de 43% no número de reclamações por falta de abastecimento, situações pontuais que na maioria da vezes contou com a entrega de água através de caminhões pipa da concessionária.

Para o diretor executivo da Prolagos, José Carlos Almeida, o resultado positivo é fruto do planejamento, investimentos, muito trabalho das equipes, além do engajamento da população. “Para esta temporada, investimos em 22 novas estações de bombeamento para aumentar as pressões nas redes, facilitando a chegada da água em pontos mais elevados e distantes. Como alternativa, contamos com uma frota com 50 caminhões-pipa para levar água aos locais onde não era possível fazer o reforço via rede. Por isso, é fundamental que os imóveis tenham reservatórios com capacidade adequada ao número de pessoas, para consumo em um período de cinco dias. Esta é a parte que cabe ao usuário em todo sistema público de abastecimento”, reforça o executivo.

Para orientar a população, a Prolagos divulgou campanha de conscientização com o mote “Cuidar é a Cara do Verão”, para alertar que todos devem se preparar para a alta estação. A campanha conta com cinco personagens: Gui, Carol, Sandy, Zeca e Ricardo, que reforçam a necessidade em fazer a manutenção do sistema hidráulico dos imóveis, eliminando vazamentos, higienizar e manter os reservatórios cheios e assegurar que o número de habitantes esteja de acordo com a capacidade do imóvel. “São dicas simples que fazem a diferença neste período em que o consumo está elevado por conta da superpopulação e temperatura elevada”, finaliza Almeida.

Compartilhar:

Veja Também

Contato Saiba mais
Contato

A Prolagos oferece um canal de comunicação eficiente. Entre em contato conosco.

Comunicados Saiba mais
Comunicados

Politica de Inv. Social Privado Saiba mais
Politica de Inv. Social Privado

Uma concessão é muito mais que um acordo com o poder público, é um compromisso com o lugar e com sua gente.

Notícias Saiba mais
Notícias

Confira as últimas notícias da Prolagos e saiba mais sobre abastecimento, obras, programas e projetos.