Notícias

Ver notícia

A expectativa é que cerca de 1 milhão de pessoas caiam na folia nas cidades da área de concessão

 

‘Ó abre alas’ que o Carnaval de aproxima e promete atrair foliões de diversas partes do Brasil e do mundo. Com o retorno dos blocos de rua, a expectativa é que cerca de 1 milhão de pessoas caiam na folia nas cidades de Armação dos Búzios, Arraial do Cabo, Cabo Frio, Iguaba Grande e São Pedro da Aldeia. O aumento da população e as altas temperaturas, assim como acontece em outros serviços, intensifica a demanda por água e para garantir a regularidade do abastecimento, a Prolagos preparou uma série de medidas para reforçar a distribuição de água, mas também é necessário que os moradores façam a sua parte.

Para minimizar os impactos no abastecimento, a concessionária orienta que a população verifique as boias e instalações hidráulicas, e se certifique que a capacidade de reservação de água é suficiente para o número de pessoas na residência ou estabelecimento. Como cada um consome em média, 200 litros de água diariamente, em uma casa com cinco pessoas, por exemplo, é necessária uma caixa d’água com capacidade de reservação para cinco dias, ou seja, de 5.000 litros. “Assim como a dona de casa antecipa as compras de mercado para evitar enfrentar filas, ou o padeiro precisa estocar os ingredientes pois mais pessoas irão comprar pão nesse período, os moradores também precisam ter um bom armazenamento de água para não sentir os impactos do aumento da população”, explica Gabriela Negreiros, coordenadora Operacional da Prolagos.

Durante o Carnaval os sistemas de tratamento e distribuição de água, bem como, de coleta e tratamento de esgotos funcionarão 24 horas, com capacidade plena. Equipes estarão de plantão para o atendimento de qualquer emergência na área de concessão. O período será beneficiado ainda, pelas ações do Plano Verão 2022/2023, com atividades e investimentos que foram aplicados durante o ano passado, como a instalação de novas estações de bombeamento (booster) para reforçar a pressão nas tubulações e aperfeiçoar o abastecimento nos pontos mais distantes e elevados das cidades; troca de transformadores na principal subestação de energia elétrica da Estação de Tratamento de Água (ETA); substituição de trechos de adutoras (tubulação de grande porte que transporta água) na RJ-102, em Búzios; RJ-106 e Rua do Fogo, em São Pedro; e na Estrada dos Passageiros, em Cabo Frio.  As ações visam garantir maior segurança operacional e melhor funcionamento do sistema.

Essas iniciativas já tiveram impacto positivo durante o Réveillon e o mês de janeiro. Comparando com o mesmo período de 2022, o número de solicitações de abastecimento alternativo por meio de caminhão pipa, reduziu 50%. Já no atendimento nas lojas, a redução foi de cerca de 63%; e pelo WhatsApp a queda foi ainda maior: aproximadamente 82%. Apesar das reduções nas demandas, o número populacional aumentou. No ano passado cerca de 1,2 milhão de pessoas brindaram a chegada do ano novo nas cidades da região, enquanto neste ano, foram registradas quase 1,4 milhão, com uma média de 800 mil pessoas que permaneceram nas cidades da área de concessão da Prolagos. “A cada verão aprendemos algo novo, observamos a necessidade de implantar outras ações e investimos anualmente para que cada alta temporada seja melhor que a última e nossos clientes possam a estação mais quente do ano sem preocupações”, ressalta o diretor executivo da concessionária, José Carlos Almeida.

 

 

 

 

 

Compartilhar:

Veja Também

Política de Sustentabilidade Saiba mais
Política de Sustentabilidade

Respeito ao meio ambiente e as pessoas, contribuindo para qualidade de vida e saúde da população onde atuamos.

Revista Aegea Saiba mais
Revista Aegea

Faça o download da Revista Aegea e fique por dentro das novidades que acontecem na empresa.

Água Saiba mais
Água

Antes de chegar às torneiras, a água percorre um longo caminho pelo sistema de abastecimento da Prolagos.

Esgotamento Sanitário Saiba mais
Esgotamento Sanitário

A Prolagos trabalha 24h por dia para ampliar e melhorar o saneamento na Região dos Lagos.