Inscrições no 2º Prêmio de Jornalismo Ambiental terminam nesta quinta-feira

Postado por Ascom Prolagos em 08/out/2019 -

 

Concurso estimula reportagens sobre saneamento básico e valoriza os profissionais que atuam na área de concessão da Prolagos

Terminam nesta quinta-feira, 10 de outubro, o prazo para as inscrições no 2º Prêmio Prolagos de Jornalismo Ambiental. Com seis diferentes categorias, cinco profissionais e uma universitária, o concurso vai distribuir R$ 36 mil em prêmios entre os melhores trabalhos que destacarem a importância do saneamento básico para a sociedade.

As melhores reportagens serão conhecidas em novembro, durante a cerimônia de premiação em data a ser divulgada. Além de troféus, os primeiros colocados receberão R$ 4.500,00 e os segundos lugares, R$ 2.500,00. O trabalho que mais se destacar na categoria Jornalismo Universitário ganhará R$ 1.000,00 e troféu. O regulamento está disponível no site www.prolagos.com.br.

O prêmio tem como objetivo levar o saneamento básico para as redações, estimulando a produção de reportagens para levar mais informação sobre o tema aos moradores da região. “O saneamento está diretamente ligado ao desenvolvimento, saúde e qualidade de vida, ou seja, a nossa vida como um todo. É um tema de grande relevância e que merece permanecer na pauta”, reforça o diretor executivo da Prolagos, José Carlos Almeida, um dos entusiastas do Prêmio.

Para reconhecer e valorizar o trabalho dos profissionais que atuam na região, podem participar do 2º Prêmio de Jornalismo Ambiental trabalhos publicados em veículos que circulem na área de concessão da Prolagos: Armação dos Búzios, Arraial do Cabo, Cabo Frio, Iguaba Grande e São Pedro da Aldeia, nas categorias: radiojornalismo, impresso, web, televisão, fotojornalismo, além de jornalismo universitário.

 

Inscrições para o 2º Prêmio Prolagos de Jornalismo Ambiental são prorrogadas

Postado por Ascom Prolagos em 01/out/2019 -

 

Concurso distribui R$ 36 mil em prêmios divididos em seis categorias: impresso, TV, rádio, fotografia, web e universitário

A Prolagos estendeu o prazo para as inscrições na segunda edição do Prêmio de Jornalismo Ambiental. Os profissionais da imprensa e universitários têm até o dia 10 de outubro para publicarem as reportagens e encaminharem a documentação para o e-mail premio.jornalismo@prolagos.com.br. Inicialmente a data limite era 30 de setembro. O Prêmio Prolagos de Jornalismo Ambiental tem como objetivo estimular a produção de reportagens sobre o saneamento e valorizar os profissionais que atuam nas cinco cidades da área de cobertura da concessionária.

A prorrogação amplia as chances de participação dos jornalistas nas cinco categorias que compõem o Prêmio: Impresso, TV, Rádio, Fotografia e Web. “Percebemos que o saneamento está, definitivamente, entrando na pauta da imprensa da Região dos Lagos, contribuindo para que a população conheça a sua importância e a relação direta com a saúde e o desenvolvimento. Para que o tema esteja no radar dos futuros profissionais, contamos com a categoria Jornalismo Universitário, estimulando a produção dos estudantes ainda em formação”, comenta Yolanda Carnevale, Coordenadora de Comunicação da Prolagos.

Além de troféus, concurso vai distribuir R$ 36 mil em prêmios em dinheiro. Os dois primeiros lugares nas categorias profissionais receberão, respectivamente, R$ 4.500 e R$ 2.500. Na categoria Jornalismo Universitário o primeiro colocado ganhará R$ 1.000. As melhores produções serão conhecidas em novembro, durante a cerimônia de premiação em data a ser divulgada. O regulamento está disponível no site www.prolagos.com.br.

Na primeira edição o vencedor na categoria Jornalismo Universitário foi o aluno de Comunicação Social na Universidade Veiga de Almeida, Rodrigo Marinho, com a matéria “Balneabilidade da Lagoa de Araruama: uma riqueza natural que atrai turistas, sustenta famílias e merece atenção”, publicada na Agência Experimental de Comunicação. O fotógrafo Thiago Freitas conquistou o primeiro lugar em fotojornalismo com a foto “Milagre dos Peixes. Na categoria radiojornalismo, o primeiro lugar ficou com Eduander Silva, da Rádio Cabo Frio, com a matéria “Reúso da água – consciência ambiental”. Em telejornalismo, Renata Igrejas ficou com a primeira colocação com “Tainha: Pesca com Tecnologia”, veiculada na Intertv. O jornalista Luciano Moreira levou o troféu na categoria webjornalismo com a reportagem Morte e Vida Hipersalina, publicada no portal Fonte Certa. No jornalismo impresso, Célio Pimentel, do jornal Hora Certa, levou o primeiro lugar com a matéria “Os impactos dos avanços dos serviços de água e esgoto no desenvolvimento urbano sustentável”.

Prolagos lança segunda edição do Prêmio de Jornalismo Ambiental

Postado por Ascom Prolagos em 12/jun/2019 -

Concurso vai distribuir R$ 36 mil em prêmios entre cinco categorias profissionais e uma universitária

 A Prolagos lançou na noite desta terça-feira (11), a segunda edição do Prêmio de Jornalismo Ambiental, com o objetivo de estimular a produção de reportagens sobre saneamento e sua relação direta com a preservação da natureza, saúde pública e desenvolvimento urbano. O evento, na Casa Scliar, em Cabo Frio, reuniu profissionais de diferentes veículos de imprensa da Região dos Lagos, que tiveram a oportunidade de ver a exposição “Pense”, com obras do multiartista Carlos Scliar, que desde 1984 chamava a atenção para a responsabilidade de todos em relação à preservação no meio ambiente.

A segunda edição do Prêmio traz algumas novidades. Além dos jornalistas residentes na Região dos Lagos, diplomados e registrados no Ministério do Trabalho, poderão participar os profissionais que comprovarem a atividade no prazo mínimo de cinco anos. Poderão ser inscritas reportagens publicadas entre 1º de junho e 30 de setembro, prazo final para as inscrições. O regulamento está disponível no site www.prolagos.com.br.

Assim como na primeira edição, o II Prêmio Prolagos de Jornalismo Ambiental vai premiar as duas melhores reportagens nas categorias: jornalismo impresso, radiojornalismo, webjornalismo, telejornalismo, fotojornalismo, além da categoria Jornalismo Universitário, para alunos de Comunicação Social com habilitação em Jornalismo. Neste ano, além de troféus serão distribuídos R$ 36 mil em prêmios. Entre as categorias profissionais a premiação em dinheiro será de R$ 4.500,00 e R$ 2.500,00, respectivamente primeiros e segundos lugares. Nesta edição, a categoria jornalismo universitário também receberá quantia em espécie no valor de R$ 1.000,00.

“O prêmio é um reconhecimento e valorização dos profissionais da imprensa da região e tem como objetivo colocar o saneamento básico na pauta, incentivando o debate sobre as boas práticas, além de contribuir para a conscientização da sociedade na busca da sustentabilidade. O poder de multiplicação da imprensa é muito grande e fundamental para construirmos uma sociedade melhor”, comentou o presidente da Prolagos, Sérgio Braga.

Durante o lançamento, os convidados participaram de uma oficina de serigrafia, tintando em papel reciclável o logotipo do prêmio e a #EuPauto, um estímulo para que os profissionais coloquem o meio ambiente em suas pautas. A atividade foi uma homenagem ao patrono da casa-museu, Carlos Scliar, que, entre seus ofícios estava o de artista gráfico.

A exposição “Pense” faz parte do projeto de educação socioambiental CaptaAção – Seu Descarte, Minha Arte, realizado pela Prolagos e a Casa Scliar para alunos do nono ano da rede pública. Além da mostra, o espaço recebeu instalações que provocam o despertar da consciência sobre os cuidados com a natureza, como uma rede de pesca com objetos plásticos recolhidos na Praia do Forte, uma peça interativa feita com material reciclado que mostra o tempo de decomposição de materiais como plástico e isopor, além de painéis com mensagens reforçando a responsabilidade de cada indivíduo na produção do próprio lixo. A exposição é aberta ao público.